ARUBA: passeios (post 4 de 5)

 Hoje, vamos falar sobre os passeios em Aruba. Há muitos tipos de passeio, para todos os gostos! Então, é só você pesquisar nas páginas especializadas em Aruba e achar o passeio que mais lhe agrada! Neste post, vou comentar sobre os passeios que fiz com meu maridão. Espero que sirva como boas dicas para você que está lendo agora!

Geralmente, quando você viaja de pacote – o nosso foi pela CVC – você “ganha” um city tour. Não foi o caso deste pacote para Aruba composto de passagens aéreas e hospedagem apenas. Não compramos nenhum passeio com antecedência. Deixamos para decidir lá se faríamos os passeios oferecidos pela operadora ou se faríamos por conta própria. Para isso, fiz uma intensiva pesquisa de preços para ter noção na negociação. Por mais incrível que possa parecer, saiu mais em conta fazer o city tour e o passeio do submarino através do representante da operadora. Eu fiquei pasma, pois aqui no Brasil é o contrário. Se você tem paciência para contatar os lugares e fizer por conta própria, sai mais barato.

Não que meu marido e eu amemos city tours, pelo contrário, achamos chatíssimo o fato de ter “trocentas” pessoas juntas e ter que ficar mais tempo em um lugar que você não gostou só porque foi pré-estabelecido. Sem contar quando o ônibus tem que ficar esperando os “atrasildos”, que não têm a menor consideração pelos outros, e acaba atrasando o passeio! Mesmo com esta opinião negativa sobre city tours, achamos este válido, pois você tem uma noção legal da ilha sem se preocupar em ter que achar os lugares e perder tempo com isso. Apesar de Aruba ser uma ilha pequena, a primeira vista, não é tão fácil dirigir, pois não tem tantas placas de indicação. Então, o city tour e a ida de ônibus (barato e fácil) ao centro de Oranjestad foram imprescindíveis para que eu ficasse expert – já que tenho ótimo senso de direção! : )

A paisagem do lado leste da ilha é completamente diferente da do lado dos hotéis e o city tour te mostra brevemente este lado da ilha, dando-lhe a oportunidade de decidir se quer voltar lá com mais calma em outro passeio (Lembre-se que os passeios não são baratos, pois são em dólar). A paisagem é bem interessante! Como meu marido e eu gostamos mais de paisagens naturais do que urbanas, adoramos a experiência.

City tour: passa pelo centro de Oranjestad e depois vai para o norte da ilha. O nosso motorista-guia Higinio, muito simpático, nos contou em inglês e espanhol a história da ilha. Aruba foi “descoberta” pelos espanhóis e depois passou a ser colonizada pelos holandeses e a língua nativa é o papiamento, uma mistura de 8 línguas entre elas o holandês, inglês, espanhol e português. A principal atividade econômica é o turismo. Achei muito interessante quando Higinio nos falou que, nas escolas, o ensino é em holandês e que o inglês e espanhol são matérias obrigatórias, enquanto o português é uma matéria eletiva. Povo poliglota! Igualzinho nosso sistema educacional, né!?

A primeira parada é no California Lighthouse, farol nomeado assim devido ao navio americano que afundou naquela área por volta de 1908, dois anos antes da construção do farol. Para falar a verdade, o farol não tem muita graça… o interessante é a paisagem, já que deste ponto você consegue ver tanto o oeste quanto o leste da ilha que são completamente diferentes! Dizem que, ali, o pôr-do-sol é lindo! Não tivemos a oportunidade de conferir.

ARUBA 2011 551

California Lighthouse vista do barco no mergulho no recife de Malmok.

Seguindo adiante, passamos pela usina que dessaliniza toda a água da ilha, pois esta não tem rios com águas potáveis para abastecer a população. Tecnologia é tudo! Outro ponto turístico é a Alto Vista Chapel, uma capela bem bonitinha. A maior parte da população é católica.

ARUBA 2011 294

Alto Vista Chapel – capela católica

Durante o caminho, tivemos a oportunidade de passar por alguns bairros onde vivem os verdadeiros moradores da ilha. Aí, você constata que a verdadeira Aruba não é aquela de Palm Beach, dos resorts, shoppings e restaurantes para turista. Vimos casas muito simples, mas muito coloridas. Não vimos pobreza como no nordeste, por exemplo.

Fomos para o leste da ilha, onde a natureza é mais árida, cheia de cactos e as praias são completamente diferentes das que vemos em frente aos hotéis. O mar é muito agitado e as praias não tem faixas grandes de areia branquinha e sim paredões de rochas. É uma paisagem mais selvagem. Achei lindíssima! Lá se vê muita pedra… então, mulherada, o melhor é descer do salto e usar um calçado mais confortável! Um fato cultural interessante é o de fazer um pedido enquanto coloca uma pedra em cima de outra. Se a pedra ficar equilibrada quer dizer que seu desejo se realizará. É um tal de pedra sobre pedra… verdadeiras esculturas!

ARUBA 2011 313

Leste da ilha: mar bravio e muitas rochas

ARUBA 2011 336

Faça seu pedido e equilibre a pedra, ou não se realizará!

Daqui, o city tour foi para o extremo sul da ilha e fez sua última parada em Baby Beach. Lá, o guia emprestou salva-vidas, máscaras com snorkel para que todos pudessem aproveitar ao máximo. Ao final, o guia deixa todos em seus respectivos hotéis. Foi a partir da experiência com o city tour que decidimos voltar à Baby Beach de carro com mais calma.

Atlantis Submarine: outro passeio que indico é o do submarino, pois é uma ótima oportunidade de ver o fundo do mar de Aruba sem se molhar. E, também, não é todo dia que temos a chance de passear em um submarino, né!? Talvez não seja legal para pessoas claustrofóbicas, pois ele desce a 40 metros de profundidade. Não fiquei enjoada, mas um capixaba que estava ao nosso lado e tinha medo de barco, ficou super enjoado. Amei a experiência! Sentei ao lado do capitão que “dirigia” o submarino. As crianças ficam enlouquecidas! É um passeio caro ($104.00 dólares adulto e $54.00 dólares criança – atualizado em maio de 2012), mas vale a pena! Para quem ficar com medo, há uma opção mais light pela qual não me interessei, mas que pode te interessar: um semi submarino que passa por corais – Seaworld Explorer Semi-Submarine (Adulto $44.00 Criança $22.00).

ARUBA 2011 589

O capitão, piloto, motorista do submarino! : )

ARUBA 2011 614

Parece um aquário!

ARUBA 2011 623

Navio naufragado visto de dentro do submarino

Guide Atlantis Submarine

Relação da vida marinha de Aruba

Palm Islands: todas as matérias que li sobre Aruba recomendavam este passeio que é uma “ilha dentro da ilha”. Fiquei interessada devido ao sea trek (caminhada em baixo d’água com um capacete tipo escafandro), mas logo desisti, pois você tem que pagar a entrada na ilha de Palm Islands e mais este passeio. Não tem como pagar somente o passeio, mesmo se você não quiser ficar na ilha. Achei muito caro. Sei que é feio ficar feliz com a “desgraça” dos outros… mas fiquei feliz quando um casal capixaba, que estava no Radisson também, nos disse que foi a Palm Islands e se arrependeu de ter gasto o dinheiro no passeio. Esclarecendo: não fiquei feliz com a frustração deles, mas sim com o fato de nós não termos ido!

Arikok National Park: nas pesquisas antes da viagem, li muito sobre o parque e cismei que queria conhecer as cavernas. Com um mapa na mão e uma explicação básica de como chegar que obtivemos com o bell hop boy (rapaz que ajuda com as bagagens) do hotel, fomos com a cara e a coragem desbravar o parque. Acordamos cedo, pegamos o “geminha” (um picanto amarelo que alugamos) e metemos o pé na estrada. Não foi difícil achar o parque, mas tivemos que pedir informação e as pessoas foram simpáticas. Chegamos à mesma hora que os guardas do parque chegaram para abri-lo e nem nos cobraram a entrada! Foi uma experiência incrível apreciar uma paisagem completamente diferente do que esperávamos ver durante a viagem! Para todo lado que olhávamos não víamos uma viva alma, só a aridez da região de um lado e o mar bravio do outro.

ARUBA 2011 007

“Geminha” – apelido carinhoso que demos ao picanto

ARUBA 2011 005

Energia eólica

ARUBA 2011 009

Paisagem árida e deserta

Quando chegamos à primeira caverna (Quadirikiri cave) não havia ninguém! E o medo de entrar?! Risos! Tivemos nossa porção Indiana Jones (versão light) com direito a cantar musiquinha e tudo! Rimos muito!

Quadirikiri cave

caverna: Quadirikiri cave

ARUBA 2011 034

Entrada da Quadirikiri cave vista de dentro. Ao fundo, o mar do Caribe!

Já na segunda caverna (Fontein cave), encontramos um pequeno grupo de brasileiros que estavam com um guia. Esperamos o grupo sair e aproveitamos o guia que já estava ali. Ele começou a contar a história da caverna em espanhol, pois meu marido não fala inglês. Foi uma “mistureba” de línguas: meu marido falando “portunhol”, o guia em espanhol e eu em inglês (o pouco que sei em espanhol ficou bloqueado, não conseguia falar de jeito nenhum… perdi ótima oportunidade de praticar!). Nesta caverna há pinturas rupestres. Achei o máximo! Pensar que alguém há milhares de anos deixou seu registro ali! As crianças adoram! Também, quer melhor forma de aprender história e geografia?!

ARUBA 2011 040 (2)

Caverna: Fontein cave

ARUBA 2011 041

Absurdo: vândalos destruindo um registro milenar. O único consolo: não é no Brasil.

ARUBA 2011 045

Pintura rupestre

Seguimos até as praias Boca Prins e Dos Playa e depois voltamos. Nestas praias há placas pedindo para que as pessoas não nadem naquele mar – muita correnteza.

ARUBA 2011 068

Placa em papiamento, inglês e holandês: Não nade. Correnteza.

Adoramos o passeio! Foi um momento em que realmente estávamos sozinho em contato com a natureza, agradecidos pela oportunidade que estávamos tendo! Se você acha que tem este perfil, este passeio é recomendadíssimo.

Próximo post: Compras e considerações finais sobre Aruba. Até mais! : )

Já leu os outros posts sobre Aruba? Ainda não? Então, click nos links abaixo:

Aruba: 7 dias de Felicidade! (2011)

Comilança

Praias, Snorkeling e Mergulho (2011)

Compras e Considerações Finais (2011)

Ainda sobre Aruba (2011)

About these ads
Categorias: Viagens | Tags: , , , , , , , | 17 Comentários

Navegação de Posts

17 opiniões sobre “ARUBA: passeios (post 4 de 5)

  1. vinicius

    Meu amor, o Blog está maravilhoso, é impressionante como você relata nossa viagem de forma tão divertida e saborosa, parabéns! Não fique desanimada pela falta de comentários, várias pessoas apenas leem! Gente, se vocês leram o Blog e gostaram, por favor, comentem, a Ana Paula adora comentários! Um grande beijo! Te amo!

  2. Dany

    Adorei suas dicas, estou indo pra lá em janeiro e precisava de informações. obrigada!!!

    • Disponha, Dany!
      Fico feliz por ter te ajudado, pois o objetivo do entreviagens é compartilhar informações. Depois da sua viagem, se você puder voltar aqui para acrescentar alguma dica, seria muito legal!
      Boa viagem! Tenho certeza de que você vai adorar Aruba! : )

  3. Ju

    Muito bacana, Ana! Estava precisando de umas dicas, vou agora em janeiro! Vc tem alguma informação sobre o passeio de jeep no deserto?? Li sobre isso na folha online mas não sei se vale a pena….e quanto a moeda deles, é necessário comprar um bocado ou aceitam dólares em todos lugares?!

    Obrigada e sucesso em 2013!

    Juliana.

    • Juliana, tenho certeza de que vai gostar de Aruba! O dólar é aceito em todos os lugares, mas algumas vezes, você recebe o troco em Florin. Se você pegar ônibus, isso acontecerá. Quanto ao passeio de jipe, me lembro que quando li sobre e vi o preço, achei caro. Como meu marido e eu não gostamos de passeios em grupo, decidimos alugar carro. Se você quer ir ao Arikok National Park, onde fica o “deserto” deles, é tranquilo de achar através de mapa e das placas durante o caminho. Espero ter ajudado. Boa viagem e obrigada pelo seu comentário! :-)

  4. Lara

    Ana Paula, adorei o seu blog, parabéns, suas dicas são valiosas, entrei aqui pque estava procurando informacões sobre o passeio de submarino. Me diga uma coisa, vc acha que dá para ir para Aruba só falando portunhol ? Beijos Lara

    • Oi, Lara! Primeiramente, obrigada pelo elogio! Fico muito feliz em saber que as dicas estão sendo úteis. Quanto a sua pergunta, acho que é tranquilo sim, pois eles são muito simpáticos e a ilha é pequena, então, é fácil de se locomover. Se você quiser, aqui mesmo no blog, eu fiz um arquivo com frases básicas em inglês para viagens, pode te ajudar! :-) Seque o link: http://wp.me/P2ohYO-t

  5. Gilvan Azevedo

    Parabéns por todos os seus comentários sobre Aruba. Se puder responder fico-lhe grato. Você pode informar quantos dias ficaram em Aruba no total, quantos dias ficaram com carro alugado e quanto pagou no total pelo aluguel? Estou pensando em ir no início de dezembro. Sabe informar se em dezembro é mês de sol? desde já agradeço as informações que me forem enviadas. Parabéns mais uma vez.

    • Olá, Gilvan! Obrigada pelo elogio, fico muito feliz!!!
      Vamos às respostas: Bem, parece que o período de chuva se concentra entre outubro e dezembro. Nós ficamos 7 dias em Aruba e alugamos carro por três dias. Se não me engano, em 2010, pagamos 100 dólares pela diária, somando $300 os três dias de aluguel. Espero ter ajudado! Boa viagem! (Quando voltar, nos diga como foi! ;-) )

  6. eugenia guimarães

    Olá, Ana Paula! Pesquisando sobre Aruba no tempinho que tenho no final de semana, deparei-me com o seu Blog. Li-o agora e me será muito útil. Iremos eu e meu marido na segunda quinzena de maio. Já compramos passagem e, infelizmente, não encontrei disponibilidade no Radisson. Estamos a procura de outro hotel e talvez seja o Marriott. Tenho habilitação e carteira internacional, mas evitamos ao máximo o aluguel de carro. Você sabe se lá os taxis fazem passeios de ida e volta ao Baby Beach? Acho que será nossa opção. Preocupa-me o vento forte. Chega a ser um incômodo importante? Obrigada e parabéns pela descrição completa e esclarecedora do seu blog. Eugênia

    • Oi, Eugênia! Fico muito feliz pelo blog ter-lhe sido útil! :-) Os táxis fazem este serviço sim, mas, infelizmente, não sei te informar se fica muito caro. Quanto ao vento, não chega a ser um incômodo. Ótima viagem para vocês! Tenho certeza de que será muito legal!
      Quando voltar, se puder, dá uma passadinha aqui e nos deixe suas impressões! Abs!

  7. Márcio Spimpolo

    Estou indo pra lá com a minha esposa em outubro. Adoramos suas dicas e blog.

  8. Alexandre Lugatto

    Parabéns pelo blog, ótimas dicas. Obrigado.

  9. Simone Vieira

    Ana Paula, adorei suas dicas…. Realmente costumo ler e não comentar. Mas como o seu marido disse que vc adora comentários… Risos, vou comentar…..estamos (eu, marido e filho) saindo agora do Panamá e fazendo um cruzeiro para Aruba, tenha certeza que suas dicas serão usadas…. Bjs Simone-Cabo Frio

    • Oi, Simone! Obrigada pelo comentário, kkkk! Eu realmente os adoro! ;-) Nossa, que chique este seu cruzeiro, hein?! Que bom que você gostou das dicas! Ótima viagem para você e sua família! Aruba é tudo de bom!!! Bjs!

Seu comentário é bem vindo! : )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com. O tema Adventure Journal.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.220 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: