GRAMADO – 2012 – Passeios

Hoje vamos falar sobre os passeios que fizemos em nossa estada em Gramado. Devido ao nosso perfil (casal sem filhos e que adora paisagens bonitas) deixamos de visitar várias atrações que são consideradas um must-see na lista de um turista em Gramado. Para ver as várias opções de passeios e roteiros: Portal Gramado .

No primeiro dia, sugiro fazer um city tour. Peguei a ideia no Matraqueando, mas ao procurar o que ela havia indicado, achamos um outro em frente à Igreja São Pedro (é só seguir a Av. Borges de Medeiros que você a encontra ao lado do cinema do Festival de Cinema de Gramado, praticamente em frente à rua coberta). É um ônubus vermelho (Trollibus) estilo jardineira que faz um city tour pela cidade por R$12,00. O primeiro horário é às 9:30 e tem duração de 1 h e 20 min, parando apenas 20 min no Lago Negro. O City tour é uma ótima opção para se ter uma dimensão da cidade e para você saber onde deseja voltar com mais calma. O Lago Negro, por exemplo, merece ser contemplado com tranquilidade. O city tour é agradável, passa por bairros nobres,  ruas e casas lindas, e você conhece um pouquinho da história da cidade. Não sei se foi sorte nossa, mas creio que se você pegar o primeiro horário, a chance de ter poucas pessoas no ônibus e, assim, ter um passeio mais tranquilo, é maior. Acabado o passeio, pedimos informação ao rapaz do city tour sobre o passeio ao Cânion do Itaimbezinho e ele nos indicou um guia amigo. Isso foi um achado!

GRAMADO

Ônibus do city tour

No mesmo dia, depois do almoço, pegamos um ônibus na rodoviária de Gramado para irmos a Canela (R$2,00 por pessoa) e de lá fomos de táxi (R$17,40 ida e o mesmo valor volta) para o Alpen Park. Super tranquilo fazer isso. Não se paga a entrada do parque e sim as atividades escolhidas. Lá, andamos no trenó (R$32,00 o casal) que é bem divertido, mas de curtíssima duração (acho que uns 5 min). Depois fizemos o circuito de arvorismo com tirolesas (R$40,00 por pessoa). Não consegui fazer o trajeto do arvorismo, só consegui atravessar duas pontes e, mesmo assim, morrendo de medo. Meu marido, que foi na frente, ficou preocupado comigo e disse para eu voltar porque precisava de muita força no braço e a minha é zero! Voltei. Já meu marido só completou o trajeto porque ficou com medo de voltar, risos! A pessoa que quiser fazer arvorismo tem que ter consciência de que não é tão fácil quanto possa parecer e se você cair (apesar de todo o equipamento), será necessário fazer rapel para voltar. Quanto mais leve a pessoa é, melhor! Então, imagina se você não é tão leve assim…risos! Ah! Se você tem medo de altura é melhor esquecer! Geralmente, as crianças tiram de letra. Afinal, são bem mais leves e não possuem o medo que os adultos têm.  Já as duas tirolesas são tranquilas e a vista é muito bonita. Se quiser fazer só as tirolesas é possível pelo valor de R$22,00 por pessoa. Apesar do momento de tensão que passamos, foi um passeio divertido. As crianças vão adorar!

alpen park

No segundo dia, fomos ao Cânion do Itaimbezinho que fica no Parque Nacional Aparados da Serra em Cambará do Sul a 120km de Gramado.

 E o que tem lá para você sair de Gramado e rodar 120km? Uma paisagem lindíssima que você não tem a chance de ver todo dia!

Para quem assistiu a minissérie “A Casa das Sete Mulheres” da Rede Globo, vai reconhecer alguns “cenários”, pois algumas cenas foram gravadas lá. Amamos o passeio! Super indico! Principalmente se você gosta de ecoturismo e não se importa de caminhar 3km em trilha plana (muito tranquilo). Tivemos muita sorte com o guia indicado pelo rapaz do city tour. Fomos muito bem atendidos  pelo guia Mateus Castro (mateusgramado@bol.com.br) que nos contou fatos muito interessantes sobre o Rio Grande do Sul e foi uma ótima companhia e fotógrafo para o casal (risos!), interagindo, mas também dando espaço para o casal apaixonado. Recomendo muito! Pagamos R$300,00 + os ingressos do parque R$12,00 o casal. É um passeio salgado, mas acho que vale a pena. Pelas pesquisas que fiz, era difícil achar agência em Gramado que fizesse este passeio. E, para tal, deveria formar-se um grupo, sendo que o passeio não era todo dia. Sairia por R$200,00 o casal + os ingressos para ficarmos em um ônibus com um monte de gente e, talvez, dar o azar de pegar um guia ruim, como tivemos a oportunidade de presenciar lá no local. Em volta do Cânion, há vários pontos com mirantes e vimos um grupo com um guia que já estava dando instruções para voltar para a “base” e lanchar antes de chegar ao último mirante. Ou seja, ele não levou o grupo até o final. Tem noção? Portanto, acho que os R$300,00 que pagamos foram bem investidos em um tour particular. Curtimos muito a paisagem! Na volta, o guia Mateus sugeriu darmos uma paradinha no Café Tainhas para fazer um lanchinho, afinal, já havia passado a hora do almoço e pegaríamos mais 120km de volta. Sugestão aceita e aprovada (no post sobre a comilança opinarei a respeito).

cânion 1

cânion 2

cânion

Turistas contemplando o Cânion

cânion 4

cânion 5

cânion 6

GRAMADO

Água / lama ainda congelada por volta de 12:30!

Vencidos os 120km, fomos até Canela no Parque do Caracol para vermos a famosa cascata de mesmo nome. É muito bonita, o sol não nos ajudou a tirar uma foto legal. O mirante fica muito cheio e você precisa se espremer para achar um melhor ângulo. Não fomos ao observatório, pois o ingresso era R$9,00 por pessoa e o sol iria me “atrapalhar” do mesmo jeito. A escadaria que leva até a base da cascata estava fechada para manuntenção (que pena Smiley piscando !) e corresponde a um prédio de 40 andades (informação dada pelo guia Mateus). O parque tem trilhas e lojinhas de artesanatos.

Cascata caracol

Cascata Caracol e o observatório.

Vista da primeira trilha.

No terceiro dia, resolvemos acordar mais tarde e tomar o café da manhã com muita calma. Cumprida a resolução com esmero, fomos caminhando até o Lago Negro. Foi uma caminhada super agradável, pois as ruas, as casas, as árvores são lindas. Tiramos muitas fotos. Lá, andamos de pedalinho (R$20,00) e passeamos em volta do parque. É uma delícia! O lugar é ótimo para fazer um pequenique (me arrependi horrores de não ter feito), havia muitas famílias e casais apaixonados fazendo!

LAGO NEGRO 2

lago negro 1

Ficamos felizes com os passeios que fizemos. Repito: há várias outras atrações como museu de carros, museu sobre perfumes, por exemplo, que podem agradar, porém não fazem o nosso estilo.

Espero ter contribuído com minha opinião.

 Vejo vocês no próximo post que homenageia a gula e as compras!

Veja, também, estes outros posts sobre Gramado:

Feriado de Corpus Christi (2012);

Hospedagem (201

Comida + Compras (2012)

Vídeo sobre Gramado (2012);

Anúncios
Categorias: Viagens | Tags: , , , , , , , , , | 10 Comentários

Navegação de Posts

10 opiniões sobre “GRAMADO – 2012 – Passeios

  1. Anaildo

    Não é possível nem discutir as belezas de Gramado e seus vizinhos. Fizemos o roteiro Caminhos de Pedra que é muito legal e com paisagens deslumbrante.

  2. Olá! Vc poderia me enviar o link de onde podemos imprimir cupons de desconto que vc citou? Vou pra Canela no Carnaval/2013 e quero aproveitar os descontinhos rsrsrs obrigada!!!

  3. Tayrine Nunes

    Primeiro adorei o seu posto e as dicas são maravilhosas, principalmente pra quem quer economizar como eu!! rs
    Gostaria de saber como vc foi para Cânion do Itaimbezinho? Alugou carro? Onibus? como faria para ir?

    Obrigada

    • Que bom, Tayrine! No post sobre os passeios – https://entreviagens.wordpress.com/2012/06/16/gramado-2012-passeios/ – eu explico melhor, tem até o e-mail do guia! Espero que te ajude! Abs! 🙂

      • Tayrine Nunes

        É eu já li esse post mas nele vc não fala como fez pra chegar lá, ou pelo menos eu não entendi, vc só especifica como faz pra chegar ao Alpen Park ( q vou de onibus e depois taxi até lá), já o Cânion Itaimbezinho, fala sobre o guia, o passeio mas não o meio de trasporte até lá!

        Obrigada, 😉

      • Ah, ok, Tayrine! Meu marido e eu fomos no carro do guia. Ele nos buscou no hotel e nos deixou de volta no hotel sãos e salvos, risos! Eu adorei este passeio! Acho que não dá para ir de ônibus, a não ser que seja um ônibus de agência de turismo. Me lembro de ter visto um grupo grande com um guia (que deveria ser de agência). Espero ter ajudado! Abs! 🙂

  4. Josi

    Olá!!! Estou indo nesse FDS para conhecer a região de Gramado, vc gostaria de me dar mais alguma dica além de todas que vc postou aqui? Obrigada

    • Oi, Josi! Bem, como não tive outra oportunidade de voltar a Gramado, não tenho dicas novas para te dar, mas tenho certeza de que você irá adorar o seu FDS! Aproveite e obrigada pelo comentário! 🙂

Seu comentário é bem vindo! : )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: