Passeios

RESERVA CULTURAL – o mais novo cinema de Niterói

Depois de anos esperando por ele (coloca aí uns 10 anos de espera), eis que inaugura, finalmente, o RESERVA CULTURAL, o mais novo cinema alternativo de Niterói, RJ. Digo alternativo porque ele será especializado, assim como seu “irmão mais velho” sediado em SP, em filmes de Arte, independentes, que são difíceis de serem encontrados nos circuitos “normais” de cinema. Sorte nossa, niteroienses, que agora temos mais uma opção além do Cine Arte UFF para este tipo de programa tão gostoso.

Entrada-bilheteria-reserva-cultural

Entrada para a bilheteria

O complexo de 5 salas que somam mais de 600 lugares tem alta tecnologia digital e é super confortável. Possui uma bombonière com um horário bem interessante (todo dia de 12:30 às 22h e sábados até às 24h), mesmo que você não queira pegar um cineminha mas sim, apenas aproveitar um café e outras guloseimas. O espaço possui, ainda, estacionamento próprio, uma livraria e um bistrô, além de outras lojas que serão inauguradas. A arquitetura é assinada por nada mais nada menos do que Oscar Niemeyer!

Para quem está no Rio, o acesso é super fácil. Estando de carro, é só colocar o endereço (Av. Visconde do Rio Branco, nº 880) no waze e pronto! kkk 😉 Para quem está a pé e precisa de condução, a explicação de como chegar também é super tranquila. Chegando à Niterói de ônibus ou de Barcas, você pode escolher a viação Araçatuba linhas 47, 47A ou 47B (ônibus vermelhos que podem ser pegos dentro do terminal de ônibus de Niterói – plataforma laranja e te deixam na porta do cinema) ou viação “canela” (como dizia a minha mãe kkk), ou seja, andando por um trecho do famoso Caminho Niemeyer. Ao sair das Barcas é só virar à direita e seguir o caminho. Tem um posto de informação ao turista em frente à saída das Barcas. Não tem como errar! 🙂

O Reserva Cultural está localizado num ponto estratégico: ao lado do Campus da UFF (Universidade Federal Fluminense), bem na Cantareira que é considerada a Lapa dos niteroienses, no bairro de São Domingos. Você pode pegar um cineminha e depois curtir a noite jovem de Niterói! 😉

Minha experiência no RESERVA CULTURAL

Café-society-woody-allen-imdb

Imagem: IMDb

Meu marido e eu fomos no final de semana de estreia do cinema. Achamos o lugar lindo e a sala de cinema muito confortável. Aliás, a qualidade de imagem foi a melhor que já assistimos! O preço não é nada barato, nem da tarifa do cinema, nem das guloseimas da bombonière, mas deve se considerar que você está pagando por toda a beleza e comodidade da estrutura do complexo. Assistimos ao filme Café Society de Woody Allen, que parece ser o primeiro dele digital (ele só filmava em película). Bem, na minha humilde opinião, filme típico deste diretor, com ótimos diálogos e gostosa trilha sonora de jazz. Ótimo programa para quem gosta deste tipo de filme!

E aí? Gostou desta dica? Compartilhe com os amigos! Já conheceu o RESERVA CULTURAL? Deixe sua opinião nos comentários para ajudar as próximas pessoas que lerão este post! 🙂

Anúncios
Categorias: Cinema, Passeios | Tags: , , , , | 2 Comentários

Hotel Villa São Romão: ótimo custo-benefício

Mal janeiro (2016) começou, meu marido e eu já estávamos passando 3 diárias no Hotel Villa São Romão em Lumiar. Foi a nossa primeira vez e a-do-ra-mos! Descobri a pousada através de fotos de uma amiga no Facebook. Achei o lugar lindo e pedi a opinião dela, que super indicou.

A pousada fica entre Nova Friburgo e Casimiro de Abreu. Sugiro que vá por Casimiro de Abreu, pois a estrada por Nova Friburgo é muito (eu disse MUITO) sinuosa. Acaba sendo uma estrada mais perigosa, além de causar enjoo para quem tem tendência a passar mal em viagem de carro. Quem me alertou foi a minha amiga que se arrependeu amargamente de ter ido por Nova Friburgo (ficou super enjoada, tadinha). Eu só pude constatar isso na nossa segunda vez na pousada, quando decidimos ir a uma festa agostina em Lumiar. (Para ler sobre esta segunda viagem, é só clicar AQUI! O post está em meu blog Histórias Infantis Abobrinha Studios)

LagoVilla São Romão possui apenas 6 chalés (mas parede que estão construindo mais 2 chalés). A propriedade é enorme, há um lindo lago onde você pode passear de caiaque e pedalinho. Há várias piscinas naturais, além de duas trilhas dentro da área do hotel: a primeira, você pode andar tranquilamente  por quase 1 km margeando o rio Macaé. A segunda, é uma trilha mais pesada com 5 horas de duração. Um guia é necessário e paga-se uma taxa de R$100 o casal (se não me engano). A pousada possui, ainda, um salão de jogos, sauna integrada à piscina, além de ser pensão completa com café da manhã, almoço e jantar. As refeições são muito saborosas, com um gostinho de comida caseira sofisticada. Há sempre 2 opções de pratos principais e 2 tipos de sobremesa.

Orquidea

Apesar de termos visto apenas casais, o hotel aceita crianças. É o tipo de pousada em que você vai para descansar e desfrutar da natureza que ela oferece. Aliás, o paisagismo é lindo! Várias orquídeas espalhadas pelo jardim! Nem fotografei muito, né?!  😉

Farei um post só com as fotografias das flores!!! ❤

Adorei, também, a decoração da pousada. Os chalés são super confortáveis. Nos chalés do jardim (onde fiquei), você dorme ao som do rio que passa por trás do chalé. Você pode, inclusive, curtir esta trilha sonora natural balançando na rede que fica na varanda do chalé!

Aproveite e veja o vídeo que fiz mostrando o chalé e o lago!

Quando fomos, os dias estavam chuvosos, mas isso não atrapalhou nossa estada! Se tiver que escolher entre dias chuvosos na montanha ou na praia, é lógico que fico com a primeira opção! 🙂 Você encontra aqueles guarda-chuvões em vários cantos da pousada.

Lago-guarda-chuva

Então, se você gosta de descansar em meio à natureza, gosta de piscinas naturais com águas gélidas kkk, comida gostosa, conforto e decoração de bom gosto, eu te recomendo o Villa São Romão, pois você terá tudo isso e o custo-benefício é muito bom!

Veja, também, o slide com as fotografias que fiz de lá! 🙂

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia sobre a minha segunda viagem! Clique AQUI! O post está em meu blog Histórias Infantis Abobrinha Studios

Categorias: Passeios, Viagens | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Recife + Praia de Carneiros. Experiência rápida.

Entre os dias 10 e 13 de abril, estive em Recife por um motivo muito especial: o casamento de grandes amigos que fizemos enquanto moramos em Boa Vista, Roraima (ainda tenho que escrever sobre a experiência de morar lá). Aproveitei para comemorar meu aniversário também! 🙂

Já deu para perceber que foram pouquíssimos dias para conhecermos a cidade e com um casamento no meio! Risos!

Então, este post é mais para compartilhar as primeiras impressões. Foram dias maravilhosos, pois além de ter tido a oportunidade de compartilhar um momento tão importante da vida desse casal de amigos, nós ainda revimos outros amigos queridíssimos  e fiz novos amigos super legais!!! Bem, paremos com o mela-mela e vamos direto ao assunto. 😉

10/04 – Chegamos em Recife ainda pela manhã e nosso amigo, que nos buscou no aeroporto, nos levou para almoçar no restaurante Komida Kaseira no bairro de Afogados. Não é um restaurante turístico. É um lugar simples, mas o custo-benefício é ótimo já que a carne de sol que comemos estava maravilhosa!

Depois de passarmos na casa de Gustavo para deixarmos nossa bagagem, já que ele e sua família nos hospedaram e nos mimaram muitíssimo bem (Eulina e seus quitutes… ai, ai, … cafés-da-manhã melhores do que de muito hotel!), fomos para a região do Recife Antigo. Lá, passamos no Caixa Cultural que tinha uma exposição de fotografias bem legal. Do outro lado da Praça Rio Branco, onde fica o marco zero da cidade, fizemos o passeio de barco pelo rio Capibaribe para ver as pontes de cidade. Você sabia que Recife é a Veneza brasileira? 😉 Há vendedores do passeio pela praça Rio Branco. Não aceite o preço de cara! Pechinche e conseguirás um bom desconto. Foi o que nosso amigo fez e de R$30 por pessoa, saiu por R$20 por pessoa. 🙂 Se gostei do passeio? Bem, como não tínhamos tempo para conhecer a cidade, foi uma boa forma de vê-la por outro ângulo. Se tivesse tido mais tempo na cidade, provavelmente não teria feito o passeio. Deixo claro que isso é uma questão de gosto. Como tudo na vida, né?! 😉 Se não quiser fazer o passeio de barco, pode ver algum barquinho que leve para o outro lado para visitar o Parque de Esculturas Francisco Brennand.

À noite, comemoramos meu aniversário no Bistrô & Boteco, ainda no Recife Antigo. Lugar badalado e agradável para estar com os amigos!

11/04 – De manhã cedinho, fomos (em três casais de amigos) para Praia de Carneiros. Contratamos os serviços da Marlin Turismo e Receptivo que nos cobrou R$80 por pessoa – translado hotel/praia de carneiros/hotel + passeio de catamarã às piscinas naturais.

Nossa base de apoio foi o restaurante Prainha dos Carneiros que fica no extremo oposto da praia em relação aos outros restaurantes. Se quiser mais tranquilidade, é uma boa opção. Assim que chegamos, fizemos logo nosso pedido para o almoço, para garantir que ele estivesse pronto quando chegássemos esfomeados do passeio. Ainda deu tempo de forrar o estômago com uma porção de macaxeira (aipim) frita antes de entrarmos no catamarã para o passeio até as piscinas naturais. A paisagem é muito linda e eu não me canso de ficar abismada em como as águas do nordeste são quentes!!! A-do-ro!!! 🙂 Quando chegamos nas piscinas naturais, a maré já estava enchendo novamente, mas deu tempo de aproveitarmos um pouco.

#FICAADICA: Se você quiser que seu passeio a qualquer piscina natural dê certo, fique de olho na tábua das marés e nas fases da lua. A maré precisa estar baixa para que a piscina natural apareça e as luas cheia e nova são as melhores fases para isso.

Logo depois, o catamarã nos levou para ver um trecho de mangue onde é possível ver vários caranguejos. Outra parada rápida para quem quisesse passar argila no corpo. Esse programa deixei para os mais “aventureiros”, risos!

O almoço foi bem gostoso. E nada melhor do que ficar conversando com os amigos, só na preguiça estirados nas espreguiçadeiras.

Como o que é bom dura pouco, tivemos que voltar para Recife, pois no dia seguinte teríamos o casamento! A Praia de Carneiros deixou um gostinho de quero mais!

À noite, fomos à pizzaria Atlântico no bairro Graças. Possui ambiente bem família e a pizza é bem gostosa.

12

Panorâmica da Praia de Carneiros.

 Veja o vídeo que fiz com imagens da Praia de Carneiros e suas piscinas naturais. Clique no link abaixo! 😉

12/04 – Antes de irmos para o casamento, ainda aproveitamos o dia para conhecer o Instituto Ricardo Brennand (o Ricardo é o irmão do Francisco que tem o Parque de Esculturas visto de longe no passeio das pontes.). O lugar é muito bonito! Não tivemos tempo para curtir com calma, o que foi uma pena, pois gostei bastante do lugar! Só achei a entrada cara – R$20 a inteira. Almoçamos no restaurante Estrela do Mar no bairro Madalena. Comida muito gostosa e ambiente super agradável. Havia um pianista bem jovem que tocava muuuitooo! 🙂

13/04 – Não deu tempo de fazer nada! 😦 Estávamos cansados do casamento (que foi ótimo!). Fomos mimados pela Eulina com um delicioso café da manhã e almoço! Voltamos para Nikity.

Como puderam perceber, não ficamos na área turística da cidade. Acabou que nem fomos à praia de Boa Viagem. Ficamos hospedados mais para o centro da cidade. Algo que me impressionou foi a quantidade e intensidade dos engarrafamentos! Fora isso, foram dias muito especiais!

Espero que esta minha rápida experiência compartilhada aqui seja útil para vocês! 😉

Categorias: Passeios, Viagens | Tags: , , , , , , , , , | 8 Comentários

Visconde de Mauá: comilança e passeios (Post 2/2)

Em janeiro de 2013, numa semana chuvosa, resolvemos conhecer Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro. Com a intenção de pegar tarifas mais baratas, fomos no meio da semana. A única coisa ruim é que, por ter menos movimento, a maioria dos restaurantes fica fechado! 😦

Mesmo assim, o restaurante que indico é o “Borbulha” (na Alameda Gastronômica Tia Sofia)! Ambiente diferente e agradável, com seu museu do vinil em que você pode escolher a trilha sonora do seu jantar. Muito legal! A comida é maravilhosa!!! Experimentamos a truta “Elis Regina” e depois não quisemos mais saber de outro prato! 🙂

O quesito passeios só ficou meio prejudicado pela chuva, mas isso já sabíamos, pois fomos para lá com a previsão do tempo nada favorável.

Fizemos um passeio por conta própria em nosso carro. Foi tranquilo chegar até o Sítio Cachoeiras do Alcantilado . Para falar a verdade, não me lembro o valor da entrada, mas não era nada caro! Infelizmente, não conhecemos o lugar todo, pois no meio da trilha desabou um pé d’água e tivemos que voltar. O pouco que vimos, achamos muito bonito. Num dia de sol, deve ser um passeio muito agradável!

No dia seguinte, contratamos um passeio para conhecer as outras cachoeiras da região. Ok, tenho que admitir, mea culpa mea maxima culpa, não me lembro do nome da agência e nem do valor que pagamos, acho que foi em torno de uns 300 reais. Porém, é fácil de achar, já que fica do outro lado da ponte em Maringá MG. Achei que o passeio valeu a pena por não termos que nos preocupar em achar o caminho das cachoeiras e, também, porque nosso carro não teria condições de acessar vários lugares. O melhor é ter um 4×4.

Já no dia em que voltamos para casa, resolvemos dar um pulinho no Parque Nacional de Itatiaia. Não ficamos muito tempo porque uma abelha resolveu me seguir o tempo todo e eu fiquei apavorada, risos!

No mais, as cachoeiras são muito bonitas e serão muito melhor aproveitadas em dias de sol! Gostamos de Mauá! É um lugar propício ao romantismo! ❤ Voltaremos, com certeza, em outra oportunidade! 🙂

Veja o vídeo que fiz com imagens das cachoeiras visitadas! É só clicar no link. 😉

http://www.youtube.com/watch?v=l8dfwCE2ZtU

Para saber onde nos hospedamos e ver o vídeo do lugar, clique AQUI.

Categorias: Comida, Passeios, Viagens | Tags: , , | 4 Comentários

Visconde de Mauá: Pousada (Post 1/2)

Em janeiro, quando voltamos de nossa viagem na Paraíba, ainda tínhamos um pouquinho de férias e resolvemos aproveitá-las para conhecer Visconde de Mauá, no Rio. Era uma semana chuvosa. Mesmo assim, decidimos pagar para ver! 😉

Mesmo morando no Rio, ainda não conhecíamos Mauá, porque sempre diziam que o acesso era difícil. Então, íamos protelando a viagem. Com a notícia de que a estrada estava bem melhor e pavimentada, nos animamos em colocar nosso carrinho na estrada.

Nos hospedamos na Pousada Infinito, por recomendação de um casal de amigos que já havia estado lá e gostado do serviço. Esta fica muito bem localizada, pois está numa rua transversal à Alameda Gastronômica Tia Sofia onde você encontra vários restaurantes. A pousada é administrada por um casal muito simpático (Tânia e Peres) que faz questão de que você se sinta muito bem! Adorei a decoração (várias orquídeas enfeitando o local) e o café da manhã é completamente especial!!! Eles tentam te surpreender todos os dias! 😀 Nunca vou me esquecer de um frozen (de yogurte) divino e o pão de queijo em formato de waffle!!! Hummmm delícia!!! Sem contar a salada de frutas que de tão linda dava pena de comer!!!!

Como fomos durante a semana, estava tudo muito vazio (não que eu não goste de lugar vazio, pelo contrário…). O problema é que vários restaurantes estavam fechados. 😦 Portanto, #FICAADICA: se não quiser correr o risco de pegar restaurantes fechados, vá no final de semana! A desvantagem é que as tarifas das pousadas ficam mais caras e o vilarejo lotado.

Vejam as fotos e clique no link para assistir ao vídeo. Até o próximo post!!! 🙂

Categorias: Fotografia, Passeios, Viagens | Tags: , | 8 Comentários

Blog no WordPress.com.